terça-feira, 21 de novembro de 2006

Postando só pra dizer que postei.
Ah, vou colocar algumas frases pessimistas, então aconselho vocês a não lerem.
Eu acho que é melhor ser uma pessoa amarga, comum e egoísta. Acho melhor parar de admitir que sou chata, pois todas as pessoas têm a sua chatice e não admitem. Acho melhor parar de agir de um modo que as pessoas olham e digam "tu és diferente" ou até "tu és especial". Acho melhor não ser especial pra ninguém. Talvez seja até melhor ninguém gostar de mim.
Eu acho que é melhor não ter sonhos. Acho melhor não acreditar nas pessoas, não ser sincera e nem "caridosa". Acho melhor viver na minha. Acho melhor viver fingindo que acredito no que me dizem, afinal, é isso que todos fazem.
Eu acho que é melhor pensar em mim, acreditar em mim e pensar que os outros são consequências. Acho melhor ouvir apenas a minha opinião, mesmo que possa ser errada e fazer com que eu bata a cara em muitas coisas. Acho melhor não pensar mais nas possibilidades remotas, que são as mais otimistas. Acho melhor acreditar que o curso da vida vai me levar exatamente onde eu deveria ir.
Eu acho que é melhor esquecer e não depender das pessoas. Acho melhor ficar estável na realidade do que ficar na corda bamba do otimismo. Acho melhor apagar automaticamente as pessoas que eu crio na minha mente, as situações que crio e que ninguém mais sabe que as tenho na memória.
Eu acho melhor parar de previnir os outros que as coisas não são do jeito que parece. Acho melhor parar de pensar no que as pessoas vão pensar. Acho melhor usar a minha visão também pras minhas ações. Acho melhor ser mais sincera comigo mesma do que eu sou com os outros. Acho melhor olhar pra mim da maneira que hoje eu olhos pras pessoas, e olhar pras pessoas da maneira que hoje eu olho pra mim.
Eu acho que é melhor...
Eu não sei de nada.

2 comentários:

Will disse...

não me abandone!
=(

Régis Garcia disse...

Tu gosta de ler, né Debs? Então olha bem... Procura "Self Reliance", do R.W. Emerson e um outro chamado "Civil Desobedience" do Thoreau... O primeiro é pra entenderes a tua importância e o segundo, já que vi que gostasse do "punk manifest", é possível que aches interessante esse também, pois de certa maneira as idéias do Thoreau foram precursoras do que seria o anarquismo e mais pra frente a ideologia punk. Depois que leres, se tiveres vontade de ler, me diz se curtiu!

Beijos!