terça-feira, 30 de janeiro de 2007

Legal, perdi todos meus arquivos. ¬¬

Por um tempo considerável isso aqui vai ser menos informativo do que nunca.
Enquanto eu estou de férias mentais e físicas, não vou escrever nada (vamos lá, juntos: eeeeeeeee).






Bad Religion - The Empire Strikes First (tradução)
Greg Graffin E Brett Gurewitz


O império ataca primeiro

Nós atacamos primeiro
E nós somos esquecidos
Aqui nós vamos de novo
Para o palco fazer o melhor show em todo céu e terra
Vamos nessa
Gaste seu precioso dinheiro
Não quero viver!
Não quero dar!
Não quero ser!
I-m-p-é-r-i-o
Não quero viver!
Não quero ser!
I-m-p-é-r-i-o
Estamos chegando rapido
E nós construimos o último
Nós tropeçamos em alguém
Agora nós estamos contentes
Por finalmente dizer que aqueles dias passaram
Me diga até quando vai ser assim?
Não quero viver!
Não quero dar!
Não quero ser!
I-m-p-é-r-i-o
Não quero viver!
Não quero ser!
I-m-p-é-r-i-o
Nós só começamos
Você não precisa ter medo
Yeah você mereceu esses dois minutos de ódio
Bem,nós guspimos e nós cursamos
E nossos corações sangrando arrebentaram
Mas talves dez milhões de almas marchando em fevereiro
Não podiam parar com o pior
Não podiam reverter
Não quero viver!
Não quero dar!
Não quero ser!
I-m-p-é-r-i-o
Não quero viver!
Não quero ser!
I-m-p-é-r-i-o

segunda-feira, 22 de janeiro de 2007

Olá

Bem, o texto que vou postar é do meu "perfil do orkut" que acabei de tirar de lá.
Eu ia postar uma tal de "retrospectiva" do meu ano, mas ainda não digitei e nem sei se vou digitar porque não ando com muita boa vontade.
Have a nice life.



"Ai ai...Até que faz tempo que não escrevo nada novo sobre eu aqui.Dessa vez não será um texto, serão frases, eu espero.Eu alerto todos que se aproximam de que sou chata.Se você acha que eu sou legal, um dia vai perceber que eu sou chata.Se você acha que eu sou chata, um dia vai perceber que está certo, mas eu tento ser legal, quando não estou com preguiça.Meus amigos insistem em dizer que eu sou legal. Mas não. Eles gostam de mim, é diferente.Geralmente falo tudo "preto no branco". Mas tenho aprendido um pouco a administrar o que dizer e a que hora dizer.Tenho poucos amigos. Muito poucos. As pessoas que chegam "oi amigaaaaaaaaaa" e eu não me sinto à vontade de retribuir com a mesma intensidade, eu digo apenas "oi".Só chamo de amigo quem eu realmente me sinta á vontade e confio. A parte da confiança é brabo, porque confio muito mas pessoas.De uns tempos pra cá, tenho estado mais egoísta em algumas situações. Não perdoo ninguém que eu realmente queira perdoar. Não caio mais em historinhas. Às vezes, posso até cometer injustiças, mas não me sinto mal por isso, por que "n" pessoas não fazem as coisas certas pra mim e comigo e tenho certeza que elas nem se lembram disso.Eu sempre fui meio "grossa". "Grossa" pra uns, sincera pros que entendem.Tenho conseguido estar um pouco mais fechada pras minhas individualidades.Falo muita asneira. Às vezes propositais, à vezes involuntáriamente, e à vezes por falta de informação mesmo.Se queres acreditar que eu sou uma pessoa legal, jamais puxe assuntos comigo relacionados à situação do mundo, seres humanos e sistemas.Se queres conhecer meu pessimismo, fale sobre a situação do mundo, seres humanos e sistemas.Eu gosto de rock, rock de verdade. Dos 90 e poucos pra trás. Preferencialmente gosto de ir a shows, mas sendo pra dar risada, vou à qualquer merda.Me "apego" muito fácil, me ferro inumeras vezes.Tenho auto-estima baixa, mas não morro por isso.Tenho necessidade de mostrar minha atenção às pessoas, por isso fico mais chata ainda.Tem épocas que eu sou bem comunicativa, mas tem outras que eu não abro a boca nem pra respirar.Não sou poooooobre, mas tenho apenas o suficiente pra viver confortavelmente, então tenho que fazer esforços cabulosos pra conseguir dinheiro pra ir a algum programa que esteja fora do presuposto do mês.Sou complexada com a minhas banhas abdominais e com meus dentes. Minha mãe corta minhas calças velhas para fazer bermudas no verão. Economia.

Ah, cansei."

segunda-feira, 1 de janeiro de 2007

= ]

Feliz Ano Novo!
Desejo a todos, tudo o que uma porrad* de gente já disse esses dias e ainda vai dizer, até que acabe essa empolgação de "novo ano".

=D



Espero esse ano voltar a escrever textos repetitivos, pessimistas, chatos, e talvez alguma coisa boa quando eu tiver algum dia bom!
Espero também conseguir voltar à universidade, já que eu só acredito quando estiver matriculada novamente.
Espero encontrar um caminha pra vida, amigos, diversão, seriedade, maturidade e, quem sabe, um amor apaixonante.
Pretendo tentar mudar meus conceitos de como é viver, mas sem deixar de lado o caráter, bons princípios e principalmente, sem deixar de lado a consciência e não fechar os olhos.
Não me culpar por todos os problemas do mundo. Enxergá-los, mas não me punir por isso.
Quero shows, quero dinheiro pra ir a shows. Quero Offspring, pra eu morrer em paz (hehehehehe).
Quero conseguir administrar minha individualidade, aprender a dizer as coisas na hora em que devem ser ditas e saber a hora de ficar calada.
Quero ainda amar. Amar meus pais, meu irmão, meus amigos, as pessoas que não me conhecem, minhas paixões platônicas. Quero ainda buscar um 2 em 1, ou talvez, um "amor ardente". Quero ter sentimentos e sensações. Mas também não morrer se essa não for a hora de conhecer esse lado da vida.
Faço 18 anos. Não é grande coisa, mas pelo menos, acho que vou aparentar a idade que tenho!
Não quero esquecer as pessoas que passaram pela minha vida, mas quero saber como lembrar delas.
Quero ter sonhos, mas ter consicência, todo o dia pela manhã, que alguns deles não dependem só de mim.
Quero nesse ano, tentar encarar a universidade. Não era o que eu queria, mas foi uma sorte tremenda ter conseguido entrar e já perdi um ano.
Tenho que aprender a me relacionar. Aprender a ser engraçada sem ser "bobo da corte". Quero sentir alegria em dar sorrisos aos outros.
Quero também que algumas certas pessoas, consigam entender quando eu quero que elas me levem à sério.
E agora eu preciso postar e desligar o PC.


Bom ano a todos!