segunda-feira, 22 de janeiro de 2007

Olá

Bem, o texto que vou postar é do meu "perfil do orkut" que acabei de tirar de lá.
Eu ia postar uma tal de "retrospectiva" do meu ano, mas ainda não digitei e nem sei se vou digitar porque não ando com muita boa vontade.
Have a nice life.



"Ai ai...Até que faz tempo que não escrevo nada novo sobre eu aqui.Dessa vez não será um texto, serão frases, eu espero.Eu alerto todos que se aproximam de que sou chata.Se você acha que eu sou legal, um dia vai perceber que eu sou chata.Se você acha que eu sou chata, um dia vai perceber que está certo, mas eu tento ser legal, quando não estou com preguiça.Meus amigos insistem em dizer que eu sou legal. Mas não. Eles gostam de mim, é diferente.Geralmente falo tudo "preto no branco". Mas tenho aprendido um pouco a administrar o que dizer e a que hora dizer.Tenho poucos amigos. Muito poucos. As pessoas que chegam "oi amigaaaaaaaaaa" e eu não me sinto à vontade de retribuir com a mesma intensidade, eu digo apenas "oi".Só chamo de amigo quem eu realmente me sinta á vontade e confio. A parte da confiança é brabo, porque confio muito mas pessoas.De uns tempos pra cá, tenho estado mais egoísta em algumas situações. Não perdoo ninguém que eu realmente queira perdoar. Não caio mais em historinhas. Às vezes, posso até cometer injustiças, mas não me sinto mal por isso, por que "n" pessoas não fazem as coisas certas pra mim e comigo e tenho certeza que elas nem se lembram disso.Eu sempre fui meio "grossa". "Grossa" pra uns, sincera pros que entendem.Tenho conseguido estar um pouco mais fechada pras minhas individualidades.Falo muita asneira. Às vezes propositais, à vezes involuntáriamente, e à vezes por falta de informação mesmo.Se queres acreditar que eu sou uma pessoa legal, jamais puxe assuntos comigo relacionados à situação do mundo, seres humanos e sistemas.Se queres conhecer meu pessimismo, fale sobre a situação do mundo, seres humanos e sistemas.Eu gosto de rock, rock de verdade. Dos 90 e poucos pra trás. Preferencialmente gosto de ir a shows, mas sendo pra dar risada, vou à qualquer merda.Me "apego" muito fácil, me ferro inumeras vezes.Tenho auto-estima baixa, mas não morro por isso.Tenho necessidade de mostrar minha atenção às pessoas, por isso fico mais chata ainda.Tem épocas que eu sou bem comunicativa, mas tem outras que eu não abro a boca nem pra respirar.Não sou poooooobre, mas tenho apenas o suficiente pra viver confortavelmente, então tenho que fazer esforços cabulosos pra conseguir dinheiro pra ir a algum programa que esteja fora do presuposto do mês.Sou complexada com a minhas banhas abdominais e com meus dentes. Minha mãe corta minhas calças velhas para fazer bermudas no verão. Economia.

Ah, cansei."

Nenhum comentário: