sábado, 26 de agosto de 2006

quinta-feira, 17 de agosto de 2006

Sem passar em branco

Não sou boa em defesa no assunto "futebol", mas apenas quero comunicar que não imaginava ser tão COLORADA como percebi essa noite. Sport Clube Internacional, é meu time de coração.
Em algum momento de demência da minha vida, tentei torcer para o Tricolor Gaúcho. Hoje compreendo que não é uma escolha, é algo maior que vontade. É sensação de ganhar e perder, sorrir e chorar por uma coisa fútil que é o futebol. Mas nos importamos com coisas tão mais bestas e fúteis que isso, que não é crime nenhum ser torcedora.
Desde que aprendi pelo conhecimento empírico o que é futebol, meus sentimentos são mais resaltados ao se tratar de Internacional.
Eu sou feliz por torcer para essa seleção do país Rio Grande do Sul.
Obrigado por lerem atenciosamente esse momento fútil, porém valioso, em meu blog.

segunda-feira, 14 de agosto de 2006

Well...

São mais de duas horas da manhã. Vou deixar de lado as "crônicas" por hoje.
Quero dizer que meu fim de semana pareceu ser o início de alguma fase melhor na minha vida. Aconteceram coisas que fizeram me sentir importante, sentir que eu não sou a única no mundo.
Agora, acredito mais do que nunca que amizades existem, e amo as amigas certas (e os amigos, William, Thiago e derivados). Também acredito que posso ser importante pra algum doido no mundo, e existir algum doido que possa conviver comigo.
Eu deveria estar dormindo, porque como qualquer criança, preciso me comportar para sair no fim de semana, mas estava eu conversando com pessoas que tenho orgulho imenso de dizer "são minhas amigas, minhas melhores amigas".
Ninguém, ou pouquíssimos, visitam meu blog, eu sei, mas tanto faz, quero eu me sentir bem em comunicar aos que se interessam por mim, como me sinto e o que penso.
Eu gostaria também, que algumas pessoas certas visitassem este blog e entendessem, mesmo que possam achar demais, pra quem eu escrevo certas citações.
Bom, agora irei pro berço, porque tenho que me disfarçar de gente de segunda à sexta.
Amo, amo muito vocês.


Eu, Paula e Kel.