sábado, 25 de agosto de 2012

Gente rica.

Ai, como eu odeio gente rica, que tem vida de cinema.
Alguns podem dizer que é inveja. Mas eu não gostaria de ser essas pessoas. Eu só me incomodo com o fato de que outras pessoas, pessoas melhores e mais merecedoras, não tem ao menos um dos privilégios que essa gente rica tem.
Sabe, viagens nacionais e internacionais, shows e festivais dentro e fora do Brasil, acesso fácil a pessoas importantes ou ícones, casas lindas em lugares lindos dentro e fora do Brasil. Tudo isso para uma só pessoa, fútil, que nunca vai saber na vida o que é de fato almejar, desejar algo e ter de suar para conseguir.
Na boa, não me sinto pior que essas pessoas, pelo contrário, só me sinto desprivilegiada por algum motivo ilusório e injusto dessa vida, desse mundo.
Às vezes, quando vejo exposições dessas vidas regradas (muitas vezes, de gente que não é famosa), fico pensando que eu e essas pessoas não vivemos no mesmo mundo. São posturas, esteriótipos, locais, situações tão irrealizaveis e quase inimaginaveis no curso da minha vida, que é dificil de acreditar que existem  essas vidas paralelas que tem cem por cento dos dez que fariam minha vida perfeita.
Tchê, esse mundo é muito doido, complicado e errado.


Nenhum comentário: