sexta-feira, 9 de junho de 2006

Violência

A sociedade é um sistema que demorou muito tempo para chegar ao estado em que se encontra. A violência foi um fator incluído nela pela discordância de uma parcela de indivíduos com as regras desse sistema. Com todo este tempo, foi surgindo muitas causas para estes atos de agressão.
Os setores diversos desse sistema foram sendo alterados desproporcionalmente. Enquanto alguns “mecanismos” eram modificados de forma relativamente progressiva, outros que antecedem ou sucedem o processo, foram deixados de lado. Dessa maneira, toda a sistemática que ainda mantinha um pouco da “ordem” foi se dispersando, criando vários ramos que não definem mais a dita civilização primordial.
Para cessar todas essas “guerras” constantes em diversos níveis, seria necessário toda uma alteração na sociedade em que vivemos. Não é só na educação que está o problema. Tomamos como exemplo um desses processos de deformação o desemprego, que com a evolução constante da tecnologia, aumenta tragicamente.
Pode parecer que a visão de uma adolescente irritada com o mundo seja exagerada, mas não há como alterar uma peça do jogo sem ter de reestruturá-lo. Não é possível corrigir um fator como o da violência, sem alcançar e corrigir primeiramente a origem do problema. Problema este que tem como causa inúmeros outros defeitos da sociedade mundial.
O homem civilizado fez por merecer, através de um processo que possui milhares de falhas e sem admiti-las jamais, todos os problemas que o seu sistema “civil” tem trazido.


Texto para um trabalho da disciplina de Produção Textual,
curso Geografia-Licenciatura, 1º semestre, FURG.
Débora Freitas.




Esse foi um dos poucos textos com conteúdo que escrevi sob pressão...

Nenhum comentário: