quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

"Nota dez para as meninas da torcida adversária" - Porrada/ Titãs.

Gente que fala mal de todo mundo pra você, com certeza fala mal de você pra todo mundo.


É fato. Hoje me peguei pensando... muitas pessoas gostam de falar tudo, sem papas na língua, falam de todo mundo: de quem conhece, de quem não conhece, pra quem conhece, pra quem não conhece. E quando leva corte de alguém, a primeira e única coisa que sua índole e seu orgulho permitem fazer é FALAR MAL. Leva uma resposta bem dada, o primeiro argumento "bah, aquela fulaninha é muito metida, bla bla bla".

Comecei a refletir sobre tantas coisas que ouço, que ouço de boca calada. Ouço falarem do verdureiro da esquina, da moça que trabalha na loja, de um primo, de um tio, de um irmão. Tudo levando numa boa, deixando todos pensarem que são os donos da razão e que tem verdades incontestáveis. Pois é... mas a verdade sabe é quem escuta tudo isso, sabe no fundo que não pode contar com aquela pessoa, que a qualquer momento ela pode destilar esse veneno contra você, ese veneno que ela faz questão de mostrar a quem fez de vítima.

É um perigo você contrariar esse tipo de pessoa. É um perigo você demostrar que pensa mais que ela, ou que tem mais escrúpulos que ela. É um perigo porque ela pode manipular mentes fracas, mentes obcecadas que vêem nessas pessoas exemplos a se seguir. Esses exemplos que tem por aí, todos declaradamente podres, de onde surgem todas as escalas de guerra na nossa sociedade. Falar mal dos outros, se meter na vida dos outros.

Um bom senso geral deveria imperar. E o bom senso serve para alertar atitudes degradantes às pessoas, às coisas e à vida em geral. O bom senso não serve pra julgar se alguém tem bom gosto, se alguém é inteligente ou burro, porque aí, esse "bom senso" está sendo usado justamente para denegrir a imagem das pessoas, o que não é uma atitude, nem de longe, legal.


Por isso, duvide sempre de quem sempre tem uma historinha "fodona" pra contar, alguma coisa pra criticar ou alguém a depreciar. Todos nós temos opiniões, críticas e boas histórias nas nossas vidas, mas usar isso para deturpar, machucar e discriminar as pessoas, não é nem um pouco ético. Nem um pouco racional humano.





Ah, o clube o qual torço e idolatro, se tornou ontem campeão da copa Sul-Americana e, consequentemente, é dono de todos os títulos que um time brasileiro pode sonhar. Então, não critique, não deprecie em vão o que não é seu, que o veneno um dia pode contaminar as suas veias.
Ah, só mais uma coisa: esse post, a princípio, nada tem a ver com futebol. Só achei que o título conquistado pelo meu clube do coração ontem merecia uma citação, e coincidentemente, pode cair bem como "carapuça" em quem se sentir à vontade.

Um comentário:

Leonardo disse...

Caiu como uma luva essa carapuça há muitos gremistas. Se tu tivesse planejado não cairia tão bem. E muito pertinente o post, como sempre. Parabéns!