sábado, 1 de outubro de 2011

Futilidades - Make Up


Nunca tive saco paciência para maquiagens, achava tudo muito trabalhoso, e tinha poucas espinhas na cara. Quando a gente cresce, mesmo que não queira, acaba tendo de se adaptar a algumas coisas. Para arranjar um emprego tem de estar apresentável, etc. Fiquei muito tempo apenas focada no cabelo.
Quando meu namorado me incentivou a pintar as unhas e descobri o roxinho que preserva a cor, viciei em esmaltes, como já mencionei em outra postagem aqui no blog. Na verdade, minha rixa com maquiagem, além do tempo desprendido para fazer, era a durabilidade dela. Os esmaltes resolveram com o roxinho.
Um dia catando esmaltes, na farmácia Panvel, rede de farmácias do sul do Brasil, descobri uns batons de preço bem bom e um com uma corzinha coral bem bonita. Descobri também que o batom sempre fica um ou dois tons mais claro na boca que no bastão.
Toda essa bela história de vida porque quero compartilhar com sabe-se lá deus Google quem visita o blog, que os batons da marca Make Up da Panvel têm excelente cobertura e durabilidade e que graças ao Pôr-do-Sol, me tornei uma guria mais “mimimi”. Tu passas de uma a duas vezes no dia e já era, pode beber água e dar bitocas que tua boca continua colorida (claro que também da um up na boca do pololo).
Comprei outros cosméticos da marca para ir a um casamento: o blush Emoção eu uso direto também, o delineador não tive paciência de passar, o rímel comprei incolor porque a perebenta vive coçando os olhos, base, corretivo e sombra.
Ah, os esmaltes da marca ouvi falar que são ótimos, mas ainda não usei (fissurei nos Impala).
Buenas, não sei se virão mais posts como este, mas nada é impossível.


Com flash e sem flash: Pôr do Sol (34) e True Red (8).


Nenhum comentário: